terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Devocional - 2 de dezembro

O Espírito Santo não cessou de operar. Um evento após outro, uma coisa após outra, vem a nós. Cada operação disciplinar tem um só propósito: quebrar o vaso a fim de que o nosso espírito possa se manifestar. Aqui porém, está a nossa dificuldade: ficamos impacientes por causa de ninharias, murmuramos diante de perdas pequenas. O Senhor está preparando um modo de usar-nos, mas mal Sua mão nos toca, sentimo-nos infelizes, até o ponto de contendermos com Deus e de nos tornarmos negativos em nossas atitudes. Desde que fomos salvos fomos tocados várias vezes e de várias maneiras pelo Senhor, e tudo com o propósito de quebrar o nosso homem exterior (alma). Desta maneira, o Tesouro está no vaso de barro, mas se o vaso não for quebrado, quem poderá ver o tesouro que está dentro? O quebrantamento é o caminho da benção, o caminho da fragrância, o caminho da frutificação, mas também um caminho salpicado de sangue. Precisamos que o Senhor abra os nossos olhos para vermos que tudo que entra em nossas vidas pode ter significado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário