quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Devocional - 18 de dezembro

É vital entendermos que Jesus não condenou os pecadores; Ele condenou os hipócritas. O hipócrita não é meramente "duas caras", pois nem mesmo o melhor de nós pode se policiar a todo instante. O hipócrita, entretanto, é alguém que se recusa a admitir que às vezes ele é falso, fingindo assim uma retidão que não consegue viver. Na verdade o hipócrita não enxerga a sua hipocrisia, uma vez que não percebe falhas em si mesmo. Ele raramente lida de fato com a corrupção em seu interior. Uma vez que não busca misericórdia, não tem misericórdia; e estando continuamente sob o juízo de Deus, juízo é tudo que ele tem a oferecer. Não podemos permanecer hipócritas e, ao mesmo tempo alcançar a santidade. Logo, o primeiro passo que damos com sinceridade em direção a santificação é admitir que não somos tão santos como gostaríamos de aparentar. Este primeiro passo se chama humildade. Se não nos conscientizarmos da depravação da nossa velha natureza, nos tornaremos "fariseus cristãos", hipócritas, cheios de desprezo e auto-estima. Francis Frangipane.

Nenhum comentário:

Postar um comentário