sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Devocional - 5 de setembro

O apóstolo Paulo quando escreveu a carta aos Gálatas estava decepcionado com o fato de muitos recém-convertidos estarem seguindo falsos mestres que ensinavam "outro" evangelho. Um evangelho que tenta casar a mensagem da salvação com o contexto da lei mosaica. Um evangelho que destaca a obra do homem e não o sacrifício de Cristo. Um evangelho que exige a cooperação do homem na salvação e nega a suficiência da graça de Deus. Um evangelho que aparenta piedade, mas desprovido de poder. Um evangelho que enche o homem de orgulho, mas não transforma o pecador. Um outro evangelho e não o evangelho genuíno. Um falso evangelho e não o verdadeiro e único evangelho de Cristo. Paulo advertiu os Gálatas que o pregador deve pregar o verdadeiro evangelho que vem de Deus para que não fosse anátema (separado para a destruição). Jesus também adverti em Mateus 23:16 dizendo: "Ai de vós condutores cegos..." Nos dias de hoje existem muitos falsos mestres (cegos) que distorcem o verdadeiro evangelho com outras doutrinas além da justificação pela fé. Seus ensinos são muito persuasivos e muitos cristãos imaturos acabam crendo e sendo conduzidos por eles. Precisamos voltar ao antigo evangelho, ao único evangelho, o evangelho da cruz, que anuncia Cristo, e este crucificado! Todos os que olham para as próprias obras como mandamentos de Deus estão de fato, debaixo de maldição. Não é a obra humana que salva, mas a obra de Cristo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário