segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Devocional - 24 de agosto

Se ostentamos a nossa espiritualidade para impressionar os homens, buscando honra e aparentando ser virtuosos , especiais e "ungidos", poderemos sinceramente dizer que caminhamos próximos do Deus vivo? Sabemos que estamos nos relacionando corretamente com Deus quando nosso anseio por sua glória nos faz renunciar ao louvor dos homens. Não se desvanece toda glória a luz de sua glória? Da mesma forma que Jesus contestou a legitimidade da fé dos fariseus, Ele nos desafia: "Como vocês podem crer, se aceitam glória uns dos outros?" Que débil conforto é o louvor dos homens! Sobre quão frágil alicerce nós mortais construímos nossa felicidade! Não foi na mesma cidade em que músicas e louvores deram boas-vindas a Jesus como "Rei [...] humilde montado num jumento" (Mt 21:5) que bradaram "Crucifica-o!" menos de uma semana depois? (Lc 23:21). Buscar o louvor dos homens é ser lançado num mar de instabilidade! Francis Frangipane

Nenhum comentário:

Postar um comentário