sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Devocional - 15 de agosto

Não é estranho pensar que justamente as pessoas que deveriam ajudar o povo a ter paz, justiça, saúde, bem-estar, segurança e felicidade, estão na verdade conduzindo-as para a sua desgraça? Percebam as evidências da injustiça nos mais diversos níveis: governantes atuam conforme o interesse das elites econômicas, magistrados julgam por subornos, lideres religiosos anunciam paz e bençãos em troca de dinheiro, pais abusam da autoridade para dominar os filhos. Lendo Ezequiel 34:1-16 vemos que Deus pronuncia uma palavra de juízo, àqueles que promovem a injustiça ou mesmo àqueles que nada fazem para impedi-los. Tudo que Deus estava exigindo deles era a obediência ao primeiro mandamento: "Eu sou o Senhor teu Deus, não terás outros deuses além de mim". O que Deus deseja é a obediência que brota da fé. Tal obediência produz na vida do que crê um desejo por fazer a vontade de Deus. Era somente isso que Deus queria dos líderes de Israel: a fé obediente! O versículo em destaque nos alerta que somente Deus pode acabar com a injustiça e com o poder que nos escraviza, que é o pecado. Esta promessa Deus cumpriu de forma definitiva na cruz de Jesus Cristo. Quem crê e obedece a Jesus Cristo experimenta a libertação de toda injustiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário