quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Devocional - 14 de agosto

"Ora, sabemos que o temos conhecido por isto: se guardamos os seus mandamentos" (1Jo 2:3).
Nossa obediência flui do nosso amor por Deus. Sabemos que o temos conhecido se guardamos os seus mandamentos. Mas quais mandamentos? No mesmo livro João nos diz: "Ora, o seu mandamento é este: que creiamos em o nome do seu Filho Jesus Cristo, e nos amemos uns aos outros. A obediência é o primeiro teste e o amor é o segundo. Aquele que não ama não conhece a Deus, pois Deus é amor (1Jo 4:8). Amar a Deus e amar as pessoas está profundamente relacionado. Aquele que guarda a Palavra ou o mandamento de Deus, nele é aperfeiçoado o amor (1Jo 2:5). Cristão genuínos estão em "Cristo" e estar nEle é sinônimo de habitar nEle (1Jo 2:6), conhecê-lo (1Jo2:3), amá-lo (1Jo 2:5; 3:24) e obedecê-lo.
Nos dias de hoje há muito joio no meio do trigo, mas é fácil identificá-los. Para saber se verdadeiramente a pessoa está em comunhão com Deus basta ver se o amor é expresso em sua vida, na prática."Aquele que diz que permanece nEle deve andar como Ele andou (1Jo 2:6). Ele disse andar e não falar, porque hoje há muita gente falando de amor, mas vivendo uma vida centrada no ego e em desprezo total as necessidades do próximo (1Jo 3:17-18). O amor bíblico é ágape, é ativo, não é egoísta. Esse é o amor de Deus por nós e é também o modelo de Deus para o nosso amor a Ele (1Jo 4:19) e para o nosso amor aos outros (Ef 5:25; 1 Pe 1:22) A base do amor é a entrega voluntária, ativa, sacrificial, como Deus fez ao entregar seu Filho para nossa redenção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário