domingo, 10 de agosto de 2014

Devocional - 10 de agosto

"...fostes chamados à liberdade; porém não useis da liberdade para dar ocasião a carne, sede servos uns dos outros pelo amor." (Gálatas 5:13)
A liberdade do cristão é para ser regulada pelo amor. A unidade é vital para o povo de Deus. Existem muitos fracos na fé e que se deixam levar pelo externo (comida, observância de dias, rituais, doutrinas de homens), mas Paulo diz que não devemos julgá-los. Cada um segue a sua convicção e devemos respeitar e dar liberdade aos outros para andarem de acordo com o seu estágio de fé, pois cada um dará conta de si mesmo a Deus (Rm 12:14). O principal não é se indivíduo está certo ou errado, mas não sermos pedra de tropeço ao desenvolvimento de sua fé. As pessoas se transformam muito mais rápido numa atmosfera de amor do que em um ambiente repleto de críticas. A verdadeira consideração às preocupações e às necessidades dos outros promove harmonia e unidade (Rm 15:6). Devemos viver de maneira que promova a paz e a edificação de outras pessoas. Não devemos julgá-los, criticá-los ou condená-los, mas se houver oportunidade podemos admoestar em amor. Para isso precisamos saber manejar bem a "Palavra da Verdade" para discipliná-los com mansidão na expectativa de que Deus lhes conceda arrependimento e os leve a conhecer plenamente a verdade (2 Tm 2:24-26). Não podemos esquecer que é o Espírito Santo que convence e não nós. "Levai as cargas uns dos outros e assim cumprireis a lei de Cristo" (Gl 6:2). Essa é a nossa obrigação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário