quinta-feira, 31 de julho de 2014

Devocional - 28 de julho

Estava passando na rua quando ouvi alguém dizer: “Deus tarda, mas não falha”
Essa é uma afirmação que muitos de nós já ouvimos e as vezes até dizemos. Mas é uma afirmação muito equivocada pois Deus, nunca tarda, o tempo de Deus é perfeito. Fiquei pensando naquilo por um bom tempo até perceber como nós agimos dentro do mundo. Essa frase não reflete somente algo sem sabedoria, mas também a personalidade de nós, como humanos. Vejo no mundo cada vez mais aquela pressa, a correria do dia a dia. Você entra em um ônibus e reclama que está devagar. Anda depressa na rua e deixa passar despercebido uma ave no céu ou uma criança pedindo pão. Cada vez mais o nosso tempo, humano, passa rápido, e começamos com isso a apressar as maiores decisões da nossa vida. Preciso namorar, casar, tem um bom emprego, ter meus filhos, viajar, ir para fora do país, ver meus netos, agora. Não, não está errado você desejar tudo isso, desejar uma boa vida e querer ter algo. Mas quando dizemos o “agora”, deixamos o tempo de Deus de lado e aí então vejo a gravidade do pequeno ditado “Deus tarda, mas não falha”. Estamos esquecendo do tempo de Deus, esquecendo que o tempo dele é diferente do nosso. Porque para Deus um dia é como mil anos e mil anos é como um dia” ( II Pedro 3:8). O nosso maior problema é esperar. Quando precisamos de algo, até conseguimos colocar nas mãos de Deus as nossas preocupações, e começamos a esperar Nele. Então passa uma semana, duas, três. Ao longo de um mês, a resposta não veio. E neste momento colocamos as nossas mãos na massa porque “Deus está demorando” e é ai que vem os erros, as quedas, os problemas. Não deixamos Deus agir e nos machucamos e, pior, Colocamos a culpa em Deus. Deus tem o tempo certo para tudo. Para o namoro, para o emprego, para a sua família. Deus sabe a hora de agir, o momento certo, e é por isso que precisamos confiar no “silêncio” Dele, pois neste momento, ele está trabalhando não só na causa, mas também em seu interior. Quando Ele nos faz esperar, aprendemos a perseverar, a criar mais fé, aprendemos a ter paciência. Quando penso em esperar no tempo de Deus, me vem a História onde Elias se esconde dentro da caverna. (I Reis 19:17) Deus não apareceu no meio de um terremoto, ou no fogo, nem mesmo em uma ventania. Mas Deus falou com ele em uma suave Brisa. Talvez, se Elias não tivesse esperado o tempo certo de Deus, ele poderia ter caído em uma fenda, ser levado pelos ventos, queimado pelo fogo. Mas por esperar o tempo de Deus, na calmaria ouviu o que precisava, a sua resposta. Precisamos aprender a esperar em Deus, aprender o tempo Dele, e principalmente, a ter os ouvidos sensíveis e o coração aberto para Deus todo dia. Pois a Resposta pode chegar, e você estar tão preocupado em resolver o problema sozinho que não vai ouvi-la. Então paciência, e ouvidos atentos. A hora certa de Deus está por vir, e vem de você querer escuta-la ou não.


Nenhum comentário:

Postar um comentário