terça-feira, 22 de julho de 2014

Devocional - 21 de julho

Preocupar-se é uma conduta sempre errada, pois paralisa a fé ativa na vida da pessoa. Aos nos preocuparmos, assumimos responsabilidades que não foram dirigidas a nós. Jesus repetidamente ensinou: "não se preocupe" mesmo em relação as coisas básicas da vida (Mateus 6:25-34). A preocupação divide a mente entre pensamentos úteis e fúteis. Preocupar-se não altera absolutamente nada (Mt 6:27); serve apenas para desviar o nosso olhar das coisas de Deus e da fidelidade e justiça divinas. A preocupação sufoca e constitui um sentimento destruidor que corrói nossa energia e tenta elevar a força humana acima da força de Deus e dos planos divinos. A preocupação é o oposto da fé, pois ela provoca o medo, que exclui a fé e sugere que Deus não é digno de confiança para cuidar da nossa vida e suprir as nossas necessidades. Ela também é associada com descrença e portanto no juízo final os incrédulos terão um destino assustador. O caminho que vai da preocupação a fé começa com o reconhecimento deste pecado e a confissão de falta de fé (Sl 139:23), continua com a libertação (Sl 34:4) e termina com a segurança de que absolutamente nada pode nos separar do amor de Deus, que é o grande EU Sou (Rm 8:35;Ex 3:14-15).

Nenhum comentário:

Postar um comentário