domingo, 29 de junho de 2014

Devocional - 29 de junho

No ano passado, meu filho mais velho me pediu um aparelho celular de Natal. Era o seu desejo. O aparelho era caro e talvez fosse cedo para que um garoto tivesse algo assim.
Depois de pensar num plano ele me disse que se ajuntasse dinheiro e não alcançasse o valor total, se eu poderia ajudá-lo. Percebi que ele desejava mesmo o aparelho, e talvez fosse uma grande oportunidade para fazê-lo amadurecer mais um pouco. Então disse a ele: “você pode trabalhar comigo nas viagens da Banda, faça o trabalho de roadie, carregue os equipamentos, ligue os cabos no palco e assim você vai recebendo uns trocados”, e disse ainda “se faltar algo depois, eu te ajudo”.
Pra ele era apenas um aparelho de celular, mas pra mim era a oportunidade de matar muitos coelhos com uma telefonada só.
Percebi que aquela era uma oportunidade. Enquanto ele trabalhava e esperava guardar o dinheiro necessário, eu agregaria à vida dele outros valores. Eu pensei que:
1) Ele aprenderia o valor do trabalho para suas conquistas
2) Quando adquirisse o tal aparelho seria mais zeloso, aprenderia que sempre cuidamos mais do que nos custou mais.
3) Viajaria comigo e nossa amizade se desenvolveria mais
4) Ele me acompanharia trabalhando, cantando e pregando, vendo o meu envolvimento e meu exemplo
5) Não ficaria em casa apenas jogando X-Box.
O que pra ele era apenas um aparelho celular, pra mim foi uma grande oportunidade de ensiná-lo algo, de fazê-lo amadurecer.
Depois disso me perguntei se Deus não fazia o mesmo comigo. Tenho sonhos, planos, ideais de vida, importantes pra mim. Peço o que espero ao Pai, e o que pra mim é apenas um celular, pra Ele é uma grande oportunidade de me ensinar.
Trabalhamos, oramos e esperamos e Ele nos ensina.
Entendi que Deus é poderoso pra me atender no que espero, mas mesmo que não aconteça do jeito que eu espero, ainda assim Deus vai cumprir planos incríveis na minha vida. Talvez o que eu espero não seja o que Deus deseja, mas isso não importa, não sou feliz apenas em receber o que espero, mas em viver a vida que Deus espera que eu entenda.
Talvez o que eu desejo seja apenas um caminho pra Deus cumprir tudo o que Ele deseja pra mim.
Queremos um celular e podemos até tê-lo. Deus pode nos dar o que esperamos, aliás, ele pode tudo, mas acima de tudo o Pai tem o desejo de ensinar a vida aos seus filhos, e ele usa todos os meios, cabe a nós percebermos isso. Zé Bruno

Nenhum comentário:

Postar um comentário