quinta-feira, 15 de maio de 2014

Devocional - 15 de maio

O amor é visto quando somos pacientes uns com os outros. O mundo hoje está cheio de pessoas impacientes. Parece que todo mundo está correndo. O nível de estresse é elevado na vida da maioria das pessoas e a pressão sob a qual elas vivem produz a impaciência. Até mesmo os cristãos estão propensos à impaciência. A maioria de nós não quer esperar por nada. Estamos sempre com pressa para começar o próximo compromisso de nossa agenda apertada. Portanto ficamos impacientes com qualquer um que nos retém ou diminui o nosso ritmo. Eu e você temos muitas fraquezas, mas ficamos impacientes com as fraquezas dos outros. Queremos que Deus seja misericordioso conosco, mas frequentemente não desejamos dispensar aos outros a mesma misericórdia que recebemos. Somos impacientes com as pessoas e com as circunstâncias. Somos impacientes até mesmo com Deus. Queremos que Ele se mova mais depressa do que o faz. Queremos que Ele nos dê, imediatamente, o que desejamos quer estejamos pronto ou não para lidar com isso. Queremos colher todos os benefícios da vida espiritual, mas não estamos dispostos a fazer o que é preciso para desenvolver a maturidade espiritual. Não queremos sofrer por nada. Queremos nos desviar de todos os caminhos árduos da vida, mesmo que os tempos difíceis nos ajudem a crescer espiritualmente. Queremos fazer progresso sem esforço. Em outras palavras, queremos, queremos e queremos. Entretanto não estamos dispostos a amadurecer. O amor é paciente. Não é apressado. Sempre dedica tempo para esperar em Deus e para ter comunhão com Ele. O amor funciona. A paciência lhe ajuda a dar as pessoas o direito de serem humanos e entende que todos falham dando tempo para as pessoas do nosso relacionamento se corrijam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário