segunda-feira, 28 de abril de 2014

Devocional - 28 de abril

"Ninguém vos engane com palavras vãs; porque, por essas coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência. Portanto, não sejais participantes com eles. Pois, outrora, éreis trevas, porém agora, sois luz no Senhor, andai como filhos da luz (porque o fruto da luz consiste em toda bondade, e justiça, e verdade), provando sempre o que é agradável no Senhor. E não sejais cúmplices nas obras infrutíferas das trevas, antes, porém, reprovai-as. (Ef 5:6-11)."
Muitos cristãos estão em grande sofrimento. Há dois tipos de sofrimento. Um proveniente da provação que produz perseverança, integridade e perfeição (Tg 1:2-4) e outro proveniente da ira de Deus sobre os filhos da desobediência. Muitos estão sofrendo as conseqüências de seu pecado por estarem no engano, seguindo a falsos mestres, falsos apóstolos. São cúmplices das obras infrutíferas das trevas por não terem um conhecimento adequado da Palavra de Deus, para poder reprová-las. Na sua 2ª carta aos Coríntios, Paulo implora a eles que utilizem das armas espirituais (oração e Palavra), para destruírem as fortalezas que se levantam contra o verdadeiro conhecimento de Deus (2Co 10:3-5). A graça de Deus opera mesmo em meio a ira, pois Ele procura levar de volta seus filhos para junto de Si. Há ainda, uma chance para aqueles que estão presos no engano, se libertarem das amarras que se estabeleceram na mente deles, fazendo com que cada pensamento se torne obediente a Cristo. Caso isso não aconteça, receberão toda punição reservada para os falsos apóstolos e aqueles que continuarem determinados a seguir tais enganadores (2Co 10:6).
"Despojando, vos, portanto de toda maldade e engano [...], desejai ardentemente, como crianças recém-nascidas, o genuíno leite espiritual (alimento da Palavra), para que, por ele, vos seja dado crescimento para a salvação, se é que já tendes a experiência de que o Senhor é bondoso" (1Pe 2:1-3).

Nenhum comentário:

Postar um comentário