terça-feira, 15 de abril de 2014

Devocional - 15 de abril

As videiras crescem em toda Palestina. Todo ano, os agricultores podam os ramos para que as árvores produzam frutos de alta qualidade. O ramo que não dá fruto é considerado inútil e as videiras improdutivas são radicalmente cortadas. Os galhos cortados são destruídos porque não servem para nada. O Antigo Testamento representa Israel como a videira de Deus. Jesus afirmou que Ele era a Videira "verdadeira", usando a planta e seus ramos como uma analogia para mostrar que os cristãos devem permanecer (viver) nele. Os seguidores que criam nele eram os ramos da videira. Nós também, como seus discípulos, somos seus ramos. Os ramos não têm nenhuma fonte de vida em si mesmos, mas recebem a vida da Videira (Jesus). Precisamos nos conscientizar que sem Ele, não podemos produzir fruto e não prestaremos para nada, nem mesmo teremos nossas orações respondidas. No (vs 7) Ele diz "Se permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedireis o que quiserdes , e vos será feito

Nenhum comentário:

Postar um comentário