sábado, 29 de março de 2014

Devocional - 26 de março

"Em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens..." "Ora se um cego guiar outro cego, cairão ambos no barranco" (Mateus 15: 9,14b).
Uma pessoa passa a freqüentar uma denominação religiosa. Como iniciante, ela acredita em tudo que o líder religioso (apóstolo, pastor, padre, mentor, rabino, ancião... etc), fala. As pessoas que lá freqüentam, já foram doutrinadas e aderiram às convicções da denominação tendo-as como verdades. Elas até defendem essas "verdades" com afinco, mas nenhuma delas procurou saber se essas convicções têm respaldo nas Escrituras (2Tm 3:16). Às vezes, elas podem até argumentar com um versículo bíblico, mas fora de contexto e irreal. O apóstolo Paulo diz em 1Tm 6:3,4: "Se alguém ensina outra doutrina e não concorda com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo e com o ensino segundo a piedade, é enfatuado, nada entende..." Assim caminha todo aquele que anda no engano, até que Deus tenha misericórdia e por sua graça, abra os seus olhos espirituais. Da mesma forma que, o deus deste século cegou o entendimento dos incrédulos para que não lhes resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo (2 Co 4:4), os espíritos enganadores têm levado muitos a acreditar em mentiras (At 5:3) a se apegarem a sabedoria humana (Tg 3:13-16) e a aceitar doutrinas errôneas como verdadeiras (2 Co 11:14; 1Tm 4:1-5). Somente a sã e verdadeira doutrina de Cristo, ensinada pelo Espírito Santo é o recurso apropriado para refutar as falsas doutrinas, os falsos mestres e libertar. "Conhecereis a verdade e ela vos libertará" (Jo 8:32).
"Ouvi, filhos, a instrução do Pai e estai atentos para conhecerdes o entendimento, porque vos dou boa doutrina; não deixeis o meu ensino" Pv 4:1,2

Nenhum comentário:

Postar um comentário